Por Job Content
Em 22/03/2018

Esse conteúdo é para você que tem dúvidas de como fazer anúncios no Facebook da forma mais assertiva. Aprenda qual opção é a mais indicada para o seu negócio.

Sabemos que está cada vez mais difícil conseguir um lugar de destaque no feed do Facebook, através do alcance orgânico. Mas o que podemos fazer para alcançar nossa audiência e atingir resultados? A resposta é simples: Facebook Ads, ou seja investir e fazer anúncios no Facebook.

Quem começa anunciar no Facebook, se depara com duas opções para criar um anúncio. Se você é administrador de uma página, já deve ter percebido o botão “Impulsionar Publicação” logo abaixo dos seus anúncios. Mas você sabe como fazer anúncios no Facebook e qual é a diferença de promover um conteúdo usando este botão ou o gerenciador de anúncios Facebook?

Na teoria ambos servem para promover seu conteúdo, mas na prática a principal distinção são os recursos e possibilidades que temos ao usar cada um. Confira quatro diferenças essenciais entre as duas opções.

1. Quantidade de anúncios que podem ser criados

O botão “Impulsionar Publicação” permite promover um anúncio por vez.

Já o gerenciador nos dá a opção de publicar vários anúncios, nesse caso podemos testar as imagens e textos utilizados na publicação, pois somente a partir de testes é possível ter certeza sobre qual abordagem funciona melhor.

2. Opções para o direcionamento do anúncio

Como fazer anúncios no Facebook direcionando para o público alvo que eu desejo atingir?

Dentro do Facebook Business, você vai criar um gerenciador de negócios, e em seguida é o gerenciador de anúncios que você vai criar e para cada página que você gerência se for o caso uma nova conta de anúncios deve ser criada, assim você terá uma organização muito melhor e usufruir de todas as funcionalidades do Facebook Business, conforme for o objetivo de veicular o anúncio. Existem diversas opções como: envolvimento com a publicação, visualizações do vídeo, geração de cadastros, conversões e muitas outras. Neste aspecto, o gerenciador leva vantagem, pois dependendo do tipo de conteúdo, o objetivo do anúncio será diferente.

O botão “Impulsionar Publicação” é utilizado apenas para gerar engajamento e dar visibilidade, ele não gera uma conversão específica.

3. Anúncios que não se comportam como posts

Quando você impulsiona um conteúdo pelo botão, obrigatoriamente este conteúdo precisa estar postado na sua página.

Já pelo gerenciador não é necessário. Nele podemos fazer o que chamamos de dark post, que é uma publicação que foi criada em uma campanha de anúncios do Facebook e não usou um conteúdo já publicado na página. Essas postagens irão aparecer especificamente para o público que foi segmentado.

Mais uma vez a vantagem desse tipo de publicação é criar testes para descobrir e entender melhor o que dá resultado com seu público.

4. Como fazer anúncios no Facebook: opções de pagamento

Apenas impulsionando uma publicação, deixará o anúncio mais restrito. É possível criar anúncios de maneira rápida no Facebook, mas deixamos de aproveitar as informações que a rede social pode oferecer.

No gerenciador de anúncios, existe a possibilidade de pagar por impressões, conversões, cliques, entre outros. Além de uma estrutura de campanhas em 3 níveis:

  • nível de campanha;
  • nível de conjunto de anúncios;
  • nível de anúncio.

Há diversas maneiras de se criar anúncios no Facebook e Instagram. É possível usar o poder que os anúncios em Facebook oferecem graças às possibilidades de segmentação e alcance de público qualificado.

Quanto ao orçamento impulsionando, você define o valor que quer gastar por dia, ou seja, o Facebook entregará seu conteúdo e te cobrará, no máximo, aquele valor diário que você determinou. Isso significa que, quando sua verba acabar, seu anúncio automaticamente sai do ar.

No segundo, a rede social entrega seu conteúdo conforme a performance do dia, podendo variar em valor diário mas que, ao final do período da campanha, ele terá entregado o total definido.

A cobrança é feita de acordo com o objetivo de campanha:

  • Custo por Ação(CPA) : de acordo com a ação do usuário
  • Custo por clique(CPC) :por clique na sua chamada para ação
  • Custo por mil impressões (CPM) : a cada mil exibições do seu anúncio

Também é possível definindo um teto para os gastos. Ou optar por manter no automático, deixando à escolha do Facebook, que decidirá o teto do lance pensando sempre na otimização da sua campanha.

 

O que usar: impulsionar ou gerenciador de anúncios Facebook?

Isso vai depender do objetivo do anúncio. O botão “impulsionar publicação” dá destaque para um conteúdo só, é um jeito de atrair a atenção de clientes ou potenciais clientes e aumentar o alcance. Ou seja, se o seu objetivo é só engajamento, essa é uma boa opção. Outra vantagem do botão é a simplicidade da ferramenta, que é bem intuitiva.

Mas se você quiser criar vários anúncios com foco em conversão e mais objetivos de campanha, o melhor usar é o gerenciador de anúncios, pois é uma ferramenta muito mais completa e oferece muito mais opções para segmentar seu público alvo e promover seu conteúdo sem que ele precise aparecer na timeline da sua página, criar testes A/B com vários anúncios, também definirá o orçamento de cada uma de suas campanhas e muito outras opções.

Uma coisa posso garantir, um item que não pode faltar na sua estratégia é anúncios do seu negócio no Facebook, pense bem nisso e separe uma parte do seu orçamento para este canal, ok!

Ficou com alguma dúvida sobre como fazer anúncios no Facebook? Agende uma consultoria com um de nossos especialistas.

Quer aprender a maneira correta de usar essa rede social e explorar todas as suas possibilidades de maneira efetiva? Preencha o formulário abaixo e receba O Guia do Marketing no Facebook e comece a obter resultados com a sua Fanpage!

Marketing no Facebook

Saiba como entregar conteúdo relevante para a pessoa certa e obter campanhas de sucesso utilizando o Marketing no Facebook.

Qual a área de atuação do seu negócio?

Qual o seu cargo?

Funcionários: