analista-de-seo-e-redatora-web-andresa-katia-laux Por Andressa Kátia Laux
Em 11/02/2020

Você busca bons resultados com suas ações de inbound? Então é indispensável que você entenda o que é e como produzir conteúdo de qualidade para o seu público! Nesse post você encontra tudo isso e, de quebra, ainda confere alguns formatos que pode utilizar!

O conteúdo é a base da internet. Logo, sem conteúdo, o uso da internet perde em parte o seu sentido maior, não é mesmo? 

Faça uma pequena reflexão: redes sociais, YouTube, o Google, sites, blogs – todos são baseados em conteúdos. Mas como usar todo esse poder a favor do seu negócio? 

O marketing de conteúdo é a resposta! Afinal ele é um dos principais pilares da metodologia inbound e, na prática, torna-se o combustível que coloca as estratégias do inbound marketing para rodar.

E centralizar o conteúdo como resposta central não é exagero, já que grande parte das pessoas busca na internet para soluções para as suas dúvidas e problemas – e uma parcela destas pessoas busca respostas de problemas que o seu produto resolve!

No entanto, para conseguir atrair essas pessoas através do marketing de conteúdo, é preciso criar conteúdo de qualidade para seu público, que o ajude de verdade. Logo de cara essa parece ser uma missão nada fácil.

Neste quesito vamos ajudar você a preparar conteúdos que podem realmente ajudar quem busca referências na web – essas orientações farão toda a diferença na sua produção de conteúdos para o seu site.

Nesse post você vai entender a importância do marketing de conteúdo, como produzir um conteúdo de qualidade e quais são os formatos mais indicados, além de um bônus especial.

Confira! 

Antes de partir para o texto onde vamos falar sobre o papel do conteúdo numa estratégia de Inbound Marketing, assista ao vídeo abaixo que traz informações valiosas sobre a produção de conteúdo. Confira:

Qual a importância do marketing de conteúdo no inbound?

O inbound marketing é uma metodologia que busca atrair as pessoas através das dúvidas que elas apresentam na internet, com o objetivo final de mostrar que o seu negócio pode ser a melhor solução para esses problemas.

Para conseguir atrair essas pessoas, antes de mais nada, você precisa ter um site preparado para recebê-las.

E quando falo preparado, quero dizer que você precisa de um site bem estruturado e com conteúdos que demonstram toda a competência que o seu negócio tem para resolver determinados problemas.

A metodologia do inbound possui quatro etapas principais: atrair desconhecidos e torná-los visitantes, converter os visitantes em leads, vender para os leads para que eles se tornem consumidores e por último, mas não menos importante, encantá-los para que eles sejam promotores da sua marca.

Dentro dessas etapas, o marketing de conteúdo é a peça chave que faz toda essa engrenagem funcionar, veja como:

  1. Atrair: O primeiro passo é atrair novos visitantes para o seu site, certo? Para isso, trabalhar com conteúdos de blog é uma excelente alternativa;
  2. Converter: Assim que os desconhecidos se tornam visitantes regulares do seu site, opte por trabalhar com materiais ricos como eBooks, checklists e webinars. Esse tipo de material pode ser ofertado em landing pages e são ideais para converter os visitantes em leads;
  3. Vender: Agora que seus visitantes já são leads, envie conteúdos relevantes através do e-mail marketing. Nesse momento você pode aproveitar esse canal também para incentivar a venda, através do envio de ofertas para o lead;
  4. Encantar: Por fim, chegou a hora de encantar os seus clientes oferecendo conteúdos mais avançados. Aqui, dê preferência aos conteúdos específicos e que agregam mais valor aos seus produtos/serviços, e claro, que atendam as necessidades do seu cliente, como por exemplo, tutoriais com instruções práticas.

Conseguiu entender como o conteúdo se torna indispensável em toda e qualquer etapa do inbound? Espero que sim, pois no próximo tópico falarei sobre a criação de conteúdo de qualidade.

O que é e como produzir um conteúdo de qualidade? 

Essas são dúvidas comuns entre os produtores de conteúdo, desde iniciantes até os mais experientes, e talvez seja a resposta que vale um milhão de reais!

Antes de mais nada precisamos entender o significado da palavra relevante, segundo o dicionário relevante é algo que tem valor, relevância ou pertinência. É algo realmente importante. Tendo a definição da palavra em mente, podemos concluir que um conteúdo relevante e de qualidade é aquele que responde às dúvidas do seu público, certo?

Mas, e como produzir um conteúdo de qualidade?

Não existe uma receita de bolo ou uma fórmula mágica para produzir um conteúdo de qualidade, no entanto, tenho algumas orientações que guiam a produção de conteúdos aqui na Job, veja: 

1. Conheça a sua persona

A base de qualquer estratégia de inbound marketing digital é a definição da sua persona. Entender quem é o seu público, quais são seus anseios e necessidades, é fundamental para poder oferecer conteúdos que façam sentido e interesse para ele.

Isso porque ao criar um conteúdo para o seu público alvo, para que a estratégia seja mais assertiva, é preciso que você fale sobre o que seu público espera ouvir.

Nesse momento evite o “achismo”, fuja de frases como “eu acho que minha persona tem dúvidas sobre isso ou sobre aquilo”.

Você precisa entender de verdade quais são os problemas, dúvidas e dores do seu público. E como fazer isso? A resposta é: pesquisa!

Uma prática recomendada para realizar uma pesquisa de qualidade é entrevistar seus clientes, entender quais são seus motivos, porque ele é seu cliente, porque optou por você e não pelo seu concorrente, como tomou essa decisão, usou o que como base para a escolha, como chegou até você, como percebeu o problema em questão, quais são as suas reais dúvidas, o que eles buscam solucionar quando realizam uma pesquisa na internet.

Posso garantir que dessa forma você será mais efetivo ao produzir e propagar seus conteúdos, já que outras pessoas devem ter as mesmas dúvidas do seu cliente.

PS – Uma dica extra é: sempre faça conteúdos para as dúvidas que surgem dos seus clientes no dia a dia, na sua rotina de trabalho.

2. Entregue informações de valor 

Evite conteúdos rasos e sem valor!

Ao produzir um novo conteúdo não tenha medo de entregar informações importantes para os seus leitores.

Se for preciso, ensine por meio de um passo à passo como a sua persona faz para solucionar um determinado problema.

Isso porque quando você ensina alguém a colocar em prática algo, você passa confiança para essa pessoa e, de quebra, ainda mostra que sabe fazer e não está falando apenas da “boca para fora”. 

Outro fator: ao demonstrar o que você sabe fazer na prática, se torna muito mais fácil convencer seu possível cliente de que sua solução é melhor que a do seu concorrente. Ou você já conheceu alguém que comprou um produto/serviço de alguém que não entende sobre o que fala?

Grande parte das pessoas compram, sem dúvida alguma, de quem tem muito conhecimento sobre as soluções que vende.

3. Coloque-se no lugar da sua audiência

Produziu seu conteúdo? Leu, releu e achou ele fantástico? 

Bom, antes de sair divulgando esse conteúdo, pare coloque-se no lugar da sua audiência e leia mais uma vez.

Sentiu que seu conteúdo não entrega qualquer informação de valor e que dificilmente seu leitor irá capturar algo que possa realmente colocar em prática? Então comece de novo, de preferência do zero! 

Você precisa entender se o conteúdo que você está criando realmente oferece informações relevantes para quem vai ler o seu material. Você precisa entregar valor e demonstrar autoridade naquilo que você fala.

Afinal, você também não espera que seu conteúdo seja apenas mais um no oceano de páginas que é a internet, acertei?

Então veja como diferenciar a sua produção de conteúdo com mais de 10 tipos diferentes de conteúdo no próximo tópico.

Antes de conhecer os diferentes tipos de conteúdo que você pode usar na sua estratégia de marketing digital, assista ao vídeo abaixo que traz informações valiosas sobre os formatos de conteúdos mais comuns e onde você pode entregá-los. Confira:

Tipos de conteúdo para usar em uma estratégia

Outra forma de produzir conteúdos de qualidade é escolher o melhor formato – isso porque diferentes conteúdos são consumidos de diferentes maneiras. 

Por isso, reuni abaixo mais de 10 formatos diferentes para produzir seus conteúdos, confira. 

Blog posts

O blog post é o formato que predomina quando o assunto é produção de conteúdo para estratégias de inbound.

Por ser um formato versátil e dinâmico ele permite que você produza textos de 500, 1.000 ou mais de 2.000 palavras, com imagens, vídeos, gifs e áudios mesclados no conteúdo.

Aproveite esse formato de conteúdo para produzir textos mais educativos e informativos para o seu público. Sempre lembrando de seguir as principais características dos textos feitos para a internet.

Vídeos

A produção de conteúdo em vídeo se tornou uma tendência, porque é um dos melhores e mais fáceis formatos para se consumir conteúdo.

Sem falar que você pode produzir seus vídeos e publicar em diferentes canais, como seu site, blog, Instagram, Facebook e YouTube.

Aposte nesse formato para produzir conteúdos que geralmente são mais complexos e difíceis de serem compreendidos. 

Lives

As lives são transmissões realizadas em tempo real via streaming. 

Esse formato de vídeo geralmente é realizado em plataformas como YouTube, Facebook e Instagram. 

Você pode aproveitar esse formato de conteúdo para fazer entrevistas, transmitir eventos ou um jogo rápido de perguntas e respostas com o seu público.

Áudio posts

De maneira resumida, os áudio posts são seus blog posts narrados por pessoas.

Esse formato é uma excelente alternativa para que o seu público possa consumir seus conteúdos de qualquer lugar e em qualquer hora – é uma ótima opção também para aqueles que não tem tempo para parar suas atividades diárias e ler um conteúdo. 

Um exemplo disso são as pessoas que curtem consumir seus textos durante a prática de exercícios físicos ou enquanto retornam para casa de carro carros. 

Sem falar que  os áudio posts ainda são uma alternativa para capturar o e-mail dos seus ouvintes, afinal, para que eles possam ouvir o conteúdo eles precisam informar seus e-mails.

Podcast

Outro formato de conteúdo que pode ser consumido facilmente. Geralmente, eles são programas de rádio gravados e compartilhados em plataformas de streaming. 

Você pode utilizar esse formato para realizar debates, entrevistas ou mesmo compartilhar o áudio de suas palestras.

Videocast

Os videocasts ainda são uma novidade pouco explorada no Brasil, no entanto com bastante potencial.

De maneira resumida esse formato de conteúdo, como o próprio nome indica, são adaptações em vídeo dos podcasts produzidos por você. 

White papers

O white paper é um formato de conteúdo pouco adotado para produção de material rico. 

Eles são similares aos eBooks, no entanto costumam ter menos páginas. 

Você pode aproveitar esse formato para produzir conteúdos de temas mais complexos e que sejam oferecidos para consumidores que já tenham alguma proximidade com a sua empresa.

Tutoriais

Os tutoriais são ideais para produzir conteúdos explicativos que demonstram através de um passo à passo como executar determinada atividade. 

Esse tipo de conteúdo é indicado para mostrar para sua audiência seu nível de conhecimento e de quebra ainda conquistar credibilidade para sua marca. 

Quizzes

Quizzes, Quiz, “Quis” ou ainda enquetes são formatos de conteúdo que tem como propósito gerar interação com a sua audiência.

Esse formato de conteúdo é mais comum nas redes sociais, sendo uma maneira alternativa de pensar em novos conteúdos e entender as principais dúvidas da sua audiência. 

Templates

O templates são materiais ricos com modelos prontos para organização e execução de determinadas tarefas. 

Esse tipo de material, mesmo sendo simples, é uma ótima fonte de geração de leads. 

Estudos de caso | Cases de sucesso

Neste tópico você deve ter clientes que são exemplo para o seu negócio. Então transforme esses casos de sucesso em um material rico. 

Esse formato pode trazer bons resultados para sua estratégia no fundo do funil de vendas. Afinal, são histórias reais de clientes que obtiveram resultados com seus produtos/serviços. 

Entrevista

Geralmente feita com um convidado expert em um determinado tema, a entrevista é uma ótima oportunidade de compartilhar conhecimento relevante com a sua audiência.

No entanto, tome cuidado ao escolher o seu convidado e o tema da entrevista: lembre-se que tudo deve estar bem alinhado com os interesses do seu público. 

Guias

Guias são materiais ricos, bem profundos e completos sobre temas relevantes para sua audiência. 

Produzir um guia pode não ser uma tarefa simples, por isso para produzir o seu, aproveite outros conteúdos já produzidos e publicados no seu blog.

Infográficos

Ideal para apresentar dados e números, os infográficos são materiais ricos que podem ser facilmente consumidos pelo seu público, por serem dinâmicos e criativos. 

Além disso, esse formato faz sucesso nas redes sociais.

Gráficos e tabelas

Os gráficos e as tabelas são ideais para representar dados e informações mais complexas de forma clara.

É muito comum encontrar esse formato para apresentar dados de pesquisa eleitorais, sociais e econômicas, no entanto, se bem pensado esse formato pode ser bem aproveitado no seu negócio também.

eBook e checklist

Formato de material rico mais usado nas estratégias de marketing de conteúdo, o eBook é uma espécie de livro digital.

Esse tipo de material tem em geral entre de  2 mil e 3 mil palavras e aprofunda o conteúdo de um determinado tema.

Tanto os eBooks como os checklists são bastante usados para converter seus visitantes em leads. 

Imagens

Imagem é um dos formato de conteúdo mais fáceis de serem consumidos. Afinal, uma imagem vale mais que mil palavras, não é mesmo?

Você pode aproveitar as imagens em seus blog posts e materiais ricos para complementar as informações escritas. 

Apresentações

Esse tipo de material é mais visual e informativo, logo você pode aproveitar as apresentações para explicar, ensinar e ajudar o seu público.

Depois de produzir suas apresentações você pode deixar as mesmas disponíveis para seu público baixar através do SlideShare. 

Webinars

Formato que está ganhando cada vez mais espaço, os webinars são videoconferências que podem ser usadas para fins comerciais ou educacionais.

Você pode aproveitar esse formato para realizar demonstrações dos seus produtos e/ou treinamentos para seus clientes. 

Os webinars também são uma excelente alternativa para geração de leads qualificados, logo que você pode requisitar o e-mail do público no ato da inscrição.

Esse formato pode ser consumido pela sua audiência em tempo real, bem como gravado e disponibilizado posteriormente.

Curtiu os diferentes formatos de conteúdo que reuni acima? Espero que sim! 

No entanto, lembre-se de ficar atento ao ritmo de postagem dos conteúdos.

Para evitar que em um mês sejam publicados 10 conteúdos e no mês seguinte apenas 3, trabalhe com um calendário editorial.

Mas, agora se liga na dica bônus que preparei no próximo tópico. 

[Bônus] Como escolher o formato de conteúdo ideal?

Acertar no formato dos seus conteúdos pode ser uma tarefa difícil, por isso ai vai mais uma dica. 

Para nortear a escolha do formato ideal dos seus conteúdo, antes de mais nada fique atento a intenção de busca que a sua persona tem com aquele conteúdo.

Uma maneira de descobrir a intenção é realizando uma breve pesquisa no Google e analisando quais os formatos mais bem ranqueados para aquela dúvida em especial.

Por exemplo, fiz uma breve pesquisa para “formatos de conteúdo para marketing de conteúdo”, veja que depois dos anúncios patrocinados o primeiro resultado orgânico foi uma lista.

pesquisa-de-formatos-de-conteudo-estrategia-de-marketing-de-conteudo

Pesquisa de Formatos de Conteúdo para Estratégias de Marketing de Conteúdo

Logo, quando for produzir um conteúdo sobre os diferentes formatos de conteúdo é ideal produzir uma lista. 

Já sabe qual tipo de conteúdo produzir para seu negócio? Então mãos à obra! 

Mas, lembre-se comece sempre pela montagem do seu briefing, afinal de contas para produzir um conteúdo de qualidade é fundamental ter um briefing. E jamais esqueça, seja verdadeiro em tudo que fizer, ou seja, produza conteúdos genuínos que respondam as dúvidas dos seus potenciais clientes.

Restam dúvidas? Sem problemas pode me enviar uma mensagem! Terei muito prazer em ajudar você!

Por que minha receita de Inbound Marketing não está funcionando?

Não está entendendo porque a sua receita de Inbound não está funcionando? Então baixe nosso e-Book e confira os principais erros que influenciam a sua receita de Inbound Marketing e o que fazer para torná-la efetiva!
ebook-por-que-minha-receita-de-inbound-marketing-não-está-funcionando-agência-job-content

Qual a área de atuação do seu negócio?

Qual o seu cargo?

Funcionários: